Se você vai prestar o vestibular, precisa conhecer o PROUNI

Se você tem o sonho de cursar uma universidade, então já deve conhecer algumas das formas de tornar isso realidade. Existem as provas específicas de cada instituição, e também o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), que é a prova mais famosa no Brasil, com uma média de 5,5 milhões de inscritos anualmente.

A nota do ENEM permite que o candidato se inscreva para faculdades privadas e públicas em todo o país, mas também existem outros programas de ingressão, e um deles é o PROUNI.

Neste post, você vai ficar sabendo tudo sobre o PROUNI e como usá-lo para entrar na graduação!

O que é o PROUNI?

O Programa Universidade para Todos – PROUNI oferece bolsas de estudos de 50% e 100% para faculdades particulares, contemplando alunos de baixa renda.

O PROUNI é um dos programas que te ajuda a entrar na faculdade (Reprodução/Guia do Estudante)

O PROUNI foi criado em 2004 pelo Governo Federal, e cobre todo o período do curso escolhido, desde que o aluno cumpra os requisitos exigidos pelo programa.

Como funciona o PROUNI?

O PROUNI abre as inscrições semestralmente, ou seja, duas vezes por ano. Ele disponibiliza as bolsas para os participantes do ENEM do ano anterior – logo, o PROUNI 2019 é para todos que prestaram o ENEM em 2018.

Após a inscrição, é feita uma pré-seleção dos candidatos a partir da média obtida no ENEM, e são escolhidas uma opção de curso prioritária e uma secundária.

O programa realiza o cálculo da nota de corte baseado no número de vagas disponíveis e nas notas de todos os candidatos que escolheram determinado curso.

Todo o acompanhamento do processo e o resultado são disponibilizados na plataforma on-line. Se você for aprovado na seleção do PROUNI, basta ir até a instituição escolhida e terminar a matrícula presencialmente, conforme exigido por cada universidade.

Quem participa do PROUNI?

Por se tratar de um programa de bolsas para alunos de baixa renda, grande parte dos critérios é socioeconômico. Confira as especificações:

  • ser aluno de escola pública – ter estudado o ensino médio em escola pública, ou em escola particular, através de bolsa integral;
  • ter feito o ENEM – o candidato deve ter prestado o exame no ano anterior, ter tirado no mínimo 450 pontos e não ter zerado a redação;
  • ser professor de escola pública – professores também podem participar da seleção para ter uma especialização ou uma segunda graduação relacionada à sua área de atuação;
  • pessoas com deficiência – no momento da inscrição, basta apresentar os documentos que comprovem a deficiência.

Além disso, as bolsas de 100% são disponibilizadas para pessoas com até 1,5 salário-mínimo per capita, e as de 50% para pessoas com até 3 salários-mínimos.

Como posso me inscrever no PROUNI?

A inscrição para o PROUNI é feito de forma totalmente digital, através do site oficial do programa. Você informa seu CPF, junto do número de inscrição da última prova do ENEM. Em seguida, responda o questionário proposto e seleciona suas duas opções de curso. Depois, é só aguardar o resultado!

Caso você seja selecionado, a instituição escolhida irá orientar como você realiza a matrícula presencialmente e quais os documentos necessários. Não se esqueça de comprovar sua renda e de ter cursado escola pública!