2 dicas para pais que tem filhos estudando em modelo EAD ou híbrido

Com o fim do verão, a abertura das inscrições do Siaep 2022 já estão abertas, assim como as escolas de todo o país estão se esforçando para fazer planos para o ano letivo de 2022. Alguns tentaram retomar as aulas presenciais, sabendo que a COVID-19 ainda permanece uma ameaça.

Outros escolheram o aprendizado virtual ou o “aprendizado híbrido”, como se pode ler no noticianahora.com.br – uma mistura de educação à distância e experiências tradicionais em sala de aula destinada aos alunos individuais. Em cada cenário, seu filho pode esperar que a escola tenha um aspecto diferente este ano.

Entenda melhor o que é SIEPE aqui!

Pensando no futuro, a primeira coisa é que os pais (e as crianças) façam uma pausa e percebam que nada será como neste último semestre de 2019. Agora é preciso saber muito mais sobre como ensinar, o que nossos filhos precisam para aprender, e o que nós pais precisamos para trabalhar. Todos nós podemos construir a partir dessa experiência e planejar de acordo.

Aqui estão alguns movimentos que os especialistas recomendam que pais e filhos façam para se preparar para o ano letivo – especialmente porque o aprendizado remoto e híbrido são fatos da vida atualmente.

1. Refletir sobre o ano passado de uma maneira formal

Se incentiva que pais e filhos reservarem tempo para a autorreflexão de cada um. Dependendo de como eles melhor processam e comunicam demais informações, você pode pedir a eles que criem uma lista ou desenho do que eles acham que funcionou e do que eles acham que não funcionou.

Ter discussões com seu aluno agora os ajudará a se preparar mentalmente para um retorno à escola.

Há também algum benefício em ter este período de reflexão durante um período menos estressante como as férias de verão. Com um passo atrás em relação ao ano letivo passado, as crianças terão um tempo mais fácil para se preparar e lidar com questões que antes enfrentavam enquanto envolviam suas mentes em torno de expectativas e desafios no futuro.

2. Criar mais oportunidades de aprendizagem social

A pandemia deixou claro para muitos pais que é realmente necessário um poço de paciência para criar uma criança. Se recomenda que os pais tenham foco para isso tanto quanto possível para se prepararem para o ano letivo de 2022, pensando na possibilidade de seus filhos conseguirem mais apoio de colegas estudantes ou amigos. Não se intimidem de pedir ajuda.

Um dos exemplos é como trabalhar com a escola para combinar seu filho com um aluno mais velho que possa ajudá-lo virtualmente em um determinado assunto com o qual ele tenha dificuldade, ou incentivar seu filho a fazer seus trabalhos escolares com amigos em vez de FaceTime ou Zoom.

Você pode procurar outros pais e alunos para marcar datas semanais para os deveres de casa ou datas de estudo. As oportunidades sociais são uma das principais perdas que os alunos sofrerão com o aprendizado remoto contínuo. Mesmo o aprendizado híbrido, que tem algum tempo de aula, priva os alunos de importantes interações sociais.